SUS oferecerá bariátrica por videolaparoscopia

Natali.Saude - 1 de fevereiro de 2017 - 11:19

SUS oferecerá bariátrica por videolaparoscopia

Técnica, menos invasiva do que a cirurgia aberta, é mais segura e com recuperação mais rápida

(CCM SAÚDE) — Após decisão publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (1), o Sistema Único de Saúde (SUS) passará a oferecer cirurgia bariátrica por videolaparoscopia.



Nessa modalidade cirúrgica, são feitas de quatro a sete mini-incisões de 0,5 a 1,2 cm cada uma, por onde passam as cânulas e a câmera de vídeo. A taxa de mortalidade média da cirurgia videolaparoscópica é menor do que a da cirurgia aberta, na qual o médico faz um corte de 10 a 20 cm no abdômen do paciente.

No SUS, a cirurgia bariátrica é indicada para pessoas com índice de massa corporal (IMC) igual ou maior que 50, com IMC maior ou igual a 40, com ou sem doenças associadas, sem sucesso no tratamento clínico por no mínimo dois anos, com IMC maior que 35 e com problemas de saúde como alto risco cardiovascular, diabetes mellitus e/ou hipertensão arterial sistêmica de difícil controle, apneia do sono, doenças articulares degenerativas sem sucesso no tratamento clínico

Além da novidade para quem pretende se submeter à cirurgia bariátrica, haverá, ainda, uma nova técnica para tratar varizes. O chamado tratamento esclerosante estará disponível para tratamentos não-estéticos, ou seja, quando as varizes representarem um problema de saúde.

Essa terapia consiste em aplicar uma substância em forma de espuma diretamente nas varizes, até que elas desapareçam. Trata-se de uma alternativa menos invasiva ao tratamento cirúrgico para varizes.

Foto: © Suzanne Tucker - Shutterstock.com

Siga o CCM Saúde no Twitter