Droga para artrite pode tratar chikungunya

Pedro.Saude - 2 de fevereiro de 2017 - 08:07

Droga para artrite pode tratar chikungunya

Dores articulares, principal característica da doença, foram aliviadas em experimento com ratos

(CCM SAÚDE) — A chikungunya tem como principal característica provocar fortes dores articulares que podem acompanhar o paciente por meses a fio. Dois remédios já conhecidos na medicina podem ser a solução para esse problema que em muitos casos chega a incapacitar os infectados pelo vírus.



Estudo realizado na Universidade de Washington, nos Estados Unidos, administrou seis medicamentos hoje usados apenas para o tratamento da artrite reumatoide em camundongos com chikungunya. Dois deles - abatacepte e tofacitinibe - apresentaram efeito positivo, reduzindo a inflamação das articulações dos animais.

Essas drogas, no entanto, são imunossupressoras, isto é, reduzem a imunidade do paciente tendo em vista que a artrite reumatoide é uma doença de natureza autoimune. Apesar desse mecanismo, o uso dos remédios não aumentou a presença do vírus no organismo dos ratos.

Agora, o objetivo da equipe de pesquisadores é realizar testes de segurança e eficácia em seres humanos para avaliar a possibilidade de uso terapêutico das drogas contra a chikungunya. Como são medicamentos já utilizados, eles não precisariam de aprovação das agências de vigilância sanitária internacionais.

Há, porém, um inconveniente. Os remédios só agem durante a fase aguda da doença, quando o vírus ainda está presente no organismo. Na fase crônica - quando as dores persistem apesar da cura -, os efeitos são mínimos. A expectativa dos especialistas é de que o uso precoce das drogas previna a ocorrência da fase crônica da doença.

Foto: © Alliance - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter