Fungo está ligado a doença intestinal sem cura

Natali.Saude - 9 de março de 2017 - 09:57

Fungo está ligado a doença intestinal sem cura

Pesquisadores descobriram que medicamento utilizado para gota pode aliviar os sintomas

(CCM SAÚDE) — A Doença de Crohn, grave inflamação que afeta o intestino grosso, é um mal ainda sem cura que causa distensão abdominal, fadiga, diarreia, febre, sangramento retal, perda de apetite e emagrecimento. Uma descoberta dos pesquisadores da Universidade de Ciências da Saúde de Utah, nos Estados Unidos, no entanto, pode ser a esperança para quem sofre dessa doença.



Ao tratar cobaias com um medicamento chamado allopurinol, que previne a produção de ácido úrico em pacientes com gota, os estudiosos notaram que os sintomas da Doença de Crohn diminuíram drasticamente. Isso, segundo eles, se deve à presença de fungos que ocorrem naturalmente no organismo, especialmente o Saccharomyces cerevisiae, presente em excesso nas pessoas com esse mal.

O experimento funcionou da seguinte maneira: ao desenvolverem uma espécie de rato com uma condição no trato gastrointestinal semelhante à Doença de Crohn, os pesquisadores aumentaram a colonização do S. cerevisiae, observando o aumento dos sintomas referentes à doença, também elevando as taxas de ácido úrico.

Diante disso, os sintomas diminuíram. "Nosso trabalho sugere que, se pudermos bloquear o mecanismo que leva à produção do ácido úrico, talvez, com o allopurinol, os pacientes com uma concentração alta de anticorpos para o S. cerevisiae possam ter uma nova opção de tratamento", disse, em nota, a patologista June Round, principal autora do estudo.

Foto: © Oleksii-Fedorenko - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter