Achada salmonela mais resistente no Brasil

Natali.Saude - 22 de março de 2017 - 10:48

Achada salmonela mais resistente no Brasil

Subtipo é o mais invasivo e patogênico da bactéria, apenas encontrado na África Subsaariana

(CCM SAÚDE) — Um estudo conduzido pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara (FCF-Unesp) aponta a existência de uma salmonela mais invasiva e resistente no Brasil. Foram identificadas nove amostras de ST313.



Publicada na revista 'Infection, Genetics and Evolution', a pesquisa demonstra que a bactéria - até então identificada apenas na África Subsaariana e com taxa de mortalidade de mais de 25% -, consegue quebrar a barreira gastrointestinal e cair na corrente sanguínea, gerando uma infecção.

"Esse achado é filogeneticamente importante e extremamente interessante, porém muito preocupante em termos de saúde pública", diz, ao 'G1', Cristiano Gallina Moreira, professor da FCF e um dos autores do estudo, fruto de uma parceria entre cientistas da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), do Instituto Adolfo Lutz de Ribeirão Preto, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Food and Drug Administration, dos Estados Unidos.

No estudo, foram analisadas amostras isoladas entre os anos de 1983 e 2013, vindas de São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Goiás, Paraná e Bahia. As que mostraram a presença do ST313 são de São Paulo e foram retiradas de fezes humanas, salsicha de porco crua, alface e sangue.

"Muitos casos esporádicos, infelizmente, passam despercebidos, sem sua devida identificação", alerta o pesquisador, ressaltando o uso indiscriminado de antibióticos contra diferentes tipos de bactérias e destacando a necessidade de mais estudos em camundongos para entender melhor os mecanismos do ST313 no organismo.

"É um alerta para as autoridades competentes do país, onde esses patógenos alimentares importantes por vezes não são notificados e, dessa forma, vão se adaptando e empregando estratégias diferenciadas, como no caso do ST313", alerta Cristiano.

Foto: © Jezper - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter