Pesquisa: smartphone está nos emburrecendo

Natali.Saude - 23 de março de 2017 - 09:35

Pesquisa: smartphone está nos emburrecendo

Estudos apontam capacidade de memória reduzida, falta de empatia e problemas de impulsividade

(CCM SAÚDE) — O smartphone é item indispensável na rotina de muitas pessoas. Ele acessa internet, toca música, tira fotos, permite a comunicação e faz muitas outras coisas, mas será que não estamos acostumados demais às suas facilidades?

Essa estimulação a múltiplas mídias, segundo pesquisadores, é altamente prejudicial à saúde mental das pessoas e está nos 'emburrecendo', pois reduz nossa capacidade de memória, dificulta a filtragem de informações importantes, gera problemas de impulsividade e falta de empatia.

Um grupo coordenado pelo psicólogo Anthony Wagner, da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, ainda não sabe se esses problemas são causados pelo excesso de mídias eletrônicas ou apenas potencializados por elas, mas sugere que seu uso com moderação é fundamental, especialmente por crianças e adolescentes.

Chamado de MM (sigla inglesa de 'media multitasking' ou uso multitarefa de mídias), esse comportamento é facilitado por um smartphone, que reduz a memória de longo prazo devido à facilidade de pesquisar conteúdos no Google, por exemplo. A longo prazo, o uso excessivo de smartphones reduziria a criatividade humana, uma vez que o ócio cerebral é benéfico para criar conexões entre temas diferentes e gerar ideias novas.

Foto: © Marcos Mesa Sam Wordley - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter