Casos de câncer na infância aumentam 13%

Pedro.Saude - 12 de abril de 2017 - 08:10

Casos de câncer na infância aumentam 13%

Levantamento global de agência da OMS aponta para crescimento na taxa de diagnóstico da doença

(CCM SAÚDE) — A taxa de casos de câncer entre crianças subiu 13% nos últimos 20 anos, aponta estudo da Agência Internacional para Pesquisa do Câncer (Iarc), ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o levantamento, 140 em cada 1 milhão de menores de 14 anos foram diagnosticados com a doença entre 2001 e 2010.

Para os autores do trabalho, que coletou dados ao redor do mundo, a principal causa para este aumento, mantido deste a década de 1980, é o maior índice de diagnósticos da doença. Outros fatores genéticos e ambientais, no entanto, não estão excluídos. "Essas novas informações são cruciais para conscientizar sobre o combate a essa área ainda negligenciada da saúde", aponta Christopher Wild, diretor do Iarc, ao jornal britânico 'The Guardian'.

O estudo também apresentou, pela primeira vez, os dados referentes ao câncer em adolescentes dos 14 aos 18 anos. Nesta faixa etária, a incidência da doença no período 2001-2010 foi de 185 casos por milhão, um pouco acima do registrado entre crianças.

Um segundo levantamento demonstrou melhoras substanciais nos últimos anos quanto à taxa de sobrevida das crianças afetadas pelo câncer. Na China, por exemplo, alguns tipos de leucemia têm hoje níveis de sobrevivência nos cinco seguintes ao diagnóstico entre 40% e 60% enquanto há dez anos não passavam dos 10%.

Ainda assim, algumas assimetrias regionais chamam a atenção dos pesquisadores. As crianças alemãs têm taxa de sobrevida acima dos 90% enquanto as colombianas sobrevivem em apenas 52% dos casos. O problema se mantém com relação ao diagnóstico. Nos países europeus, as informações da Iarc dizem respeito a quase 100% das ocorrências, mas em regiões da África e Ásia esse nível não alcança os 5%.

Foto: © frantab01 - 123RF.com
Siga o CCM Saúde no Twitter

Última modificação: 12 de abril de 2017 às 08:10 por Pedro.Saude.