93% das pessoas desconhece o que é sepse

Natali.Saude - 17 de abril de 2017 - 11:25

93% das pessoas desconhece o que é sepse

Síndrome de infecção generalizada é responsável por 233 mil óbitos em UTIs no Brasil

(CCM SAÚDE) — A sepse, ou infecção generalizada, é um mal desconhecido por nove em cada dez pessoas no Brasil, segundo o Instituto Datafolha, apesar de matar mais do que os cânceres de intestino, mama e próstata juntos.



Responsável por cerca de 233 mil óbitos em UTIs, a sepse foi estudada em 134 municípios brasileiros e o resultado foi espantoso: 93,4% dos entrevistados nunca tinham ouvido falar sobre a doença, também conhecida como septicemia.

A sepse nada mais é do que uma resposta do organismo a uma infecção, que pode ser causada por bactérias, vírus, fungos ou protozoários. Entretanto, se ela consegue avançar pelo corpo, a defesa lança uma resposta inflamatória sistêmica na tentativa de combatê-la.

Essa reação também pode causar um problema, haja vista que se não for diagnosticada e tratada rapidamente, pode comprometer o funcionamento de um ou vários órgãos do paciente e até levar à morte.

Segundo a organização britânica 'UK Sepsis Trust', os sintomas mais comuns de sepse são fala arrastada, tremores extremos ou dores musculares, baixa produção de urina, falta de ar grave e pele manchada ou pálida. Em crianças, os sintomas incluem aparência azulada ou manchada, letargia, pele fria, respiração rápida, erupção cutânea e convulsão.

Em geral, o tratamento para sepse deve ser realizado em unidades de terapia intensiva (UTI), onde são administrados antibióticos para controlar a resposta inflamatória. Em alguns casos, são necessárias medidas como hemodiálise ou ventilação mecânica.

Foto: © Kateryna Kon - Shutterstock.com

Siga o CCM Saúde no Twitter