Cortar aminoácidos ajuda no combate ao câncer

Pedro.Saude - 20 de abril de 2017 - 09:29

Cortar aminoácidos ajuda no combate ao câncer

Segundo pesquisa, ingestão menor de serina e glicina reduz ritmo de crescimento dos tumores

(CCM SAÚDE) — Pesquisadores da Universidade de Glasgow, no Reino Unido, descobriram que uma dieta com restrição dos aminoácidos serina e glicina diminui o ritmo de crescimento de tumores em ratos. A relação agora será testada em humanos.

De acordo com os resultados do estudo, publicado na revista científica 'Nature', o regime alimentar alternativo desacelerou o desenvolvimento de casos de linfoma e câncer no intestino. Além disso, os animais que receberam a dieta apresentaram melhor resposta aos tratamentos de rádio e quimioterapia.

No entanto, um possível uso terapêutico da dieta, além de exigir testes em seres humanos, precisaria ser muito bem formulado e acompanhado por médicos, explica a pesquisadora Karen Vousden. "As proteínas, principal fonte de aminoácidos, são vitais para nossa saúde. Isso significa que os pacientes não poderiam simplesmente cortar essas substâncias seguindo algum tipo de dieta feita em casa", diz ela.

Além disso, a pesquisa também mostrou que alguns tipos de câncer, especialmente o pancreático, não sofrem ação da dieta. Por conta disso, os experimentos com humanos necessitam descobrir quais as formas da doença com maior potencial de ação do regime livre de serina e glicina.

Foto: © Juan Gärtner - 123RF.com

Última modificação: 20 de abril de 2017 às 09:29 por Pedro.Saude.