Três países farão teste da vacina contra malária

Pedro.Saude - 25 de abril de 2017 - 07:51

Três países farão teste da vacina contra malária

Gana, Quênia e Malauí receberão projeto-piloto; cerca de 400 mil crianças serão imunizadas

(CCM SAÚDE) — Pela primeira vez, uma vacina contra malária vai ser testada em larga escala em humanos. Gana, Quênia e Malauí, três dos países mais afetados pela doença, foram os escolhidos para receber a ação da Organização Mundial da Saúde (OMS).



A imunização, desenvolvida pelo laboratório GSK, será administrada em cerca de 400 mil bebês entre cinco e 17 meses. Um número similar de crianças será acompanhada para se determinar a eficácia e segurança da vacina. A definição sobre as áreas de vacinação é de responsabilidade dos países.

Segundo a diretora para África da OMS, Matshidiso Moeti, as três nações foram selecionadas por já terem programas de prevenção da doença, como uso difundido de telas de proteção em camas, e apresentarem índices elevados de malária entre a população.

Apesar da expectativa positiva por parte dos pesquisadores, a vacina Mosquirix ainda é alvo de restrições, especialmente pela necessidade de quatro doses para garantir a imunização. As três primeiras são dadas mensalmente e a última e mais importante delas 18 meses após o início do tratamento. A dúvida de pesquisadores é quanto a capacidade de países mais pobres conseguirem completar o programa em áreas remotas.

Além disso, em estudos preliminares, a vacina demonstrou evitar apenas 40% dos casos da doença e um terço de suas formas mais graves. Atualmente, a malária afeta 212 milhões de pessoas por ano, com 430 mil óbitos. As maiores vítimas são bebês e crianças.

Foto: © seanjoh - 123RF.com