Jovens que ingerem muito sal já mostram danos

Natali.Saude - 5 de maio de 2017 - 07:21

Jovens que ingerem muito sal já mostram danos

Endurecimento das artérias é uma das consequências de consumir a substância em alta quantidade

(CCM SAÚDE) — Todos sabem que o sal é um vilão para a saúde, se consumido fora das quantidades recomendadas. Agora, porém, sua atuação no corpo se mostra ainda mais maléfica diante de pesquisa conduzida nos Estados Unidos que concluiu que adolescentes que ingerem sal além do recomendado sofrem endurecimento arterial.



Essa condição é básica para o surgimento de problemas mais graves como ataque cardíaco e derrame e levanta a necessidade de controlar a alimentação dos jovens desde a infância, evitando males como obesidade, diabetes, colesterol alto e hipertensão.

Na pesquisa, feita com 775 adolescentes em um hospital de Ohio, nos Estados Unidos, foi medida a quantidade de sódio consumida pelos jovens durante três dias. Ao mesmo tempo, foram monitoradas a elasticidade da artéria branquial e a onda de pulso (velocidade com que o sangue percorre a artéria carótida, no pescoço, e a artéria femoral, na virilha).

Após a análise, os pesquisadores descobriram que o consumo elevado de sódio está associado a uma menor elasticidade da artéria braquial e, consequentemente, maior onda de pulso.

"Sabemos que adolescentes e adultos jovens têm ingerido mais que a quantidade recomendada de sal em suas dietas. Nosso estudo sugere que isso pode gerar mudanças no corpo, e provocar riscos maiores de ataque cardíaco e derrame", disse Elaine Urbina, diretora do Departamento de Cardiologia Preventiva no Hospital Infantil de Cincinnati, nos Estados Unidos, e principal autora do estudo.

Para combater esses sintomas e evitar a degeneração arterial, os cientistas recomendam substituir produtos industrializados e com altas quantidades de sódio por alimentos de qualidade e mais naturais, bem como praticar exercícios físicos.

Foto: © kwanchai.c - Shutterstock.com