Criado teste rápido e barato para o vírus zika

Pedro.Saude - 5 de maio de 2017 - 12:11

Criado teste rápido e barato para o vírus zika

Desenvolvido nos Estados Unidos, exame pode chegar em breve aos serviços de saúde, dizem cientistas

(CCM SAÚDE) — Um teste rápido e barato para detecção do vírus zika está próximo de chegar ao mercado. Criado na Universidade do Estado do Colorado, nos Estados Unidos, o exame não exige uso de aparelhos e pode identificar a presença do patógeno tanto no mosquito transmissor quanto em seres humanos.



A novidade, desenvolvida pela equipe da pesquisadora brasileira Tereza Magalhães, tem potencial para reduzir de maneira significativa os custos dos testes diagnósticos do zika, reduzir a confusão com doenças similares, como dengue e chikungunya, e auxiliar a na prevenção de epidemias.

O exame utiliza o método Lamp, sigla em inglês para amplificação isotérmica mediada por loop. Com ele, é possível observar a presença do vírus a olho nu, prescindindo do uso de equipamentos muito caros necessários para os testes disponíveis atualmente.

Até o momento, os pesquisadores foram capazes de detectar o zika inoculado em mosquitos Aedes aegypti e em amostras de sangue e sêmen humanos infectados artificialmente pelo vírus. Os próximos testes serão feitos em voluntários para testar sua eficácia em seres humanos.

Foto: © phichak - Shutterstock.com