Intoxicação por remédios cresce 30% no Brasil

Pedro.Saude - 8 de maio de 2017 - 09:15

Intoxicação por remédios cresce 30% no Brasil

Crianças de até quatro anos são as mais afetadas; ao todo, país registrou mais de 300 mil casos

(CCM SAÚDE) — O número de casos de intoxicação por medicamentos cresceu cerca de 30% no Brasil entre 2002 e 2012, apontam dados do Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas (Sinitox), ligado à Fundação Oswaldo Cruz.

No total, foram registradas 304,6 mil ocorrências durante este período, valor 28,6% maior que o da década anterior. Entre as causas para o problema estão proliferação do número de farmácias no país, hábito de automedicação, tentativas de suicídio e acidentes com crianças. Elas, aliás, são as mais afetadas. Um em cada três casos de internação por intoxicação medicamentosa envolve crianças de até quatro anos.

Nestes casos, o principal responsável é o armazenamento incorreto feito pelos pais. "As pessoas têm muitos remédios em casa. Compram muitos por conta própria, principalmente esses de venda livre, e não dão importância para o risco que é manter muitos medicamentos em casa, estocados de maneira inadequada", afirma o toxicologista Carlos Augusto de Mello ao jornal 'Zero Hora'.

Entre os medicamentos que mais causam problemas de intoxicação estão alguns produtos bastante conhecidos como o clonazepam (Rivotril) e o paracetamol, utilizado para tratar dores.

Foto: © EM Karuna - Shutterstock.com