Casos de arboviroses caem quase 90% em 2017

Pedro.Saude - 10 de maio de 2017 - 09:01

Casos de arboviroses caem quase 90% em 2017

Até o momento, Brasil passa ano livre de epidemias de dengue, zika ou chikungunya

(CCM SAÚDE) — O número de casos de arboviroses (dengue, zika e chikungunya) caiu quase 90% nos primeiros meses de 2017 em comparação com o mesmo período de 2016. A queda mais expressiva ocorreu nas notificações de dengue.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, 113.381 casos de dengue ocorreram no país até o dia 15 de abril. Em 2016, nesta altura do ano, já haviam sido notificadas 1.180.472 ocorrências, no que seria a maior epidemia da doença desde o início da série histórica do órgão federal.

A redução dos casos de infecção pelo vírus zika, que preocupa especialmente as grávidas pelos riscos à saúde dos bebês, também foi grande. No ano passado, 170.535 casos haviam sido confirmados. Este ano, apenas 7.911 pessoas foram infectadas pelo vírus, também associado à síndrome de Guillain-Barré em adultos.

Por fim, a chikungunya, também circulando no país há poucos anos, foi a doença de menor queda. Atualmente, há 43.010 casos de chikungunya no país, contra 135.030 registrados em 2016. No entanto, o risco de epidemia da doença, anunciado no final do ano passado, não se concretizou.

Em 2017, a arbovirose que tem assustado os brasileiros é a febre amarela. O surto da doença, iniciado em Minas Gerais, já acumula mais de mil casos e 240 mortes.

Foto: © InsectWorld - Shutterstock.com