Pesquisa: cannabis pode rejuvenescer cérebro

Natali.Saude - 10 de maio de 2017 - 09:16

Pesquisa: cannabis pode rejuvenescer cérebro

Substância, encontrada na maconha, é esperança para tratar pessoas com demência

(CCM SAÚDE) — Um estudo feito em ratos, na Universidade de Bonn, na Alemanha, é uma aposta para quem sofre de demência, já que indicou que a cannabis - que origina a maconha - retarda o processo de envelhecimento cerebral.

A pesquisa funcionou da seguinte forma: em animais mais idosos, constatou-se que uma pequena dose do principal componente ativo da cannabis, o THC (tetraidocanabinol), melhorou o desempenho cerebral enfraquecido.

A meta da equipe de Andreas Zimmer, diretor do Instituto de Psiquiatria Molecular da Universidade de Bonn, é agora replicar esse experimento em pessoas idosas para avaliar se essa substância também ajuda a minimizar os efeitos da demência inicial ou moderada.

"A atividade do sistema diminui em animais envelhecendo e é sempre acompanhada por sintomas típicos de envelhecimento", diz Zimmer, enfatizando que as consequências disso são males como osteoporose, pele enrugada e dificuldades de aprendizagem e memória.

O próximo passo do estudo engloba a administração de cannabis em idosos, que, segundo os pesquisadores, têm um sistema endocanabinoide semelhante ao dos ratos.

Foto: © Africa Studio - Shutterstock.com