Vitamina D e cálcio evitam menopausa precoce

Natali.Saude - 11 de maio de 2017 - 10:17

Vitamina D e cálcio evitam menopausa precoce

Após estudo com 100 mil pessoas, descoberta pode ajudar a proteger a saúde das mulheres

(CCM SAÚDE) — A menopausa, que representa o fim da menstruação, é algo que acomete todas as mulheres por volta dos 45 anos, mas algumas apresentam sinais dessa mudança hormonal antes da hora. A menopausa precoce gera problemas de saúde, como o aumento do risco de osteoporose e doenças cardiovasculares.

Diante dessa condição, pesquisadores da Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos, avaliaram mais de 100 mil mulheres por 20 anos e chegaram à conclusão de que uma dieta rica em cálcio e vitamina D reduz as chances de ocorrer a menopausa precoce.

"Como o envelhecimento acelerado dos ovários é a característica principal da menopausa precoce, os achados desses estudos laboratoriais nos levaram à hipótese de que uma maior ingestão de vitamina D pode estar associada a um risco menor desse 'adiantamento'. Por isso, resolvemos realizar o estudo, que é o primeiro a investigar essa possível relação", disse, ao jornal 'Correio Braziliense', Alexandra Purdue-Smithe, principal autora do trabalho.

No estudo, mais de 100 mil enfermeiras que tinham entre 25 e 42 anos respondiam, a casa dois anos, questionários com perguntas sobre seu estilo de vida. Ao fim do estudo, que começou em 1989, os pesquisadores notaram que as que ingeriam leite fortificado e peixes gordos com frequência tinham risco 17% menor de ter menopausa precoce em relação às que não ingeriam esses alimentos.

"A vitamina D pode regular a secreção hormonal, nosso ponto de partida da pesquisa, e sabemos também que alimentos derivados do leite são uma fonte rica de esteroides sexuais. A ingestão de ambos deve aumentar os níveis de esteroides sexuais circulantes e tornar mais lento o envelhecimento dos ovários", complementou a pesquisadora.

Além da ingestão de cálcio e vitamina D, hábitos como a prática de exercícios físicos e não fumar, por exemplo, ajudam a combater a menopausa precoce.

Foto: © clubclose - Shutterstock.com

Última modificação: 11 de maio de 2017 às 10:17 por Natali.Saude.