Um terço dos remédios tem falhas de segurança

Pedro.Saude - 12 de maio de 2017 - 08:38

Um terço dos remédios tem falhas de segurança

Pesquisa nos Estados Unidos detectou problemas em produtos lançados recentemente no mercado

(CCM SAÚDE) — Um em cada três novos medicamentos lançados no mercado dos Estados Unidos apresentam falhas de segurança. Segundo pesquisa da Universidade de Yale, 71 das 222 drogas testadas representavam algum risco aos usuários.

Apesar disso, apenas três remédios foram retirados de circulação nos últimos anos: um medicamento anti-inflamatório, uma droga para tratamento da psoríase e outra para combate da síndrome do intestino irritável. Os dados foram publicados na Revista da Associação Médica Americana (Jama, na sigla em inglês).

As demais drogas analisadas não necessitaram medidas tão drásticas, mas precisariam, na avaliação dos especialistas, conter informações na embalagem sobre a exigência de uso controlado e dosagem prescrita por um médico.

Para os autores do levantamento, a maioria dos remédios com falhas de segurança são aqueles que utilizam fórmulas inovadoras ou que passaram pelo processo de avaliação acelerada da Food and Drug Administration (FDA), similar estadunidense da Vigilância Sanitária. A indicação é para prolongar o tempo de análise antes da autorização da venda dos remédios.

Foto: © Tyler Olson - 123RF.com