Vacinação contra a gripe é prorrogada no país

Pedro.Saude - 26 de maio de 2017 - 06:39

Vacinação contra a gripe é prorrogada no país

Público-alvo terá mais duas semanas para se imunizar; pouco mais de 60% já foram aos postos

(CCM SAÚDE) — A campanha nacional de vacinação contra a gripe foi prorrogada por duas semanas pelo Ministério da Saúde. O objetivo é elevar a cobertura da imunização já que, até o momento, apenas 63,6% do público-alvo recebeu a vacina.

Desde o início das ações, a meta da campanha era proteger 90% dos 54,2 milhões de integrantes dos grupos-alvo. Entre eles, idosos (72,4%), mulheres que deram à luz a menos de 45 dias (71,2%) e indígenas (68,6%) são aqueles com maior cobertura vacinal.

Por outro lado, professores (60,2%), gestantes (53,4%) e crianças até cinco anos (49,9%) são os menos presentes. Completam o público-alvo da campanha nacional os profissionais de saúde, pessoas privadas de liberdade e trabalhadores do sistema prisional. Este ano é o primeiro com a inclusão de professores nas ações.

Na divisão por estados, o Amapá lidera o ranking de vacinação, com 85,7% de cobertura, seguido por Paraná (78,1%) e Santa Catarina (77,7%). No fim da lista, aparecem Roraima (47,9%), Rio de Janeiro (48%) e Pará (52,1%).

A vacinação contra a gripe, que protege contra os três sorotipos do vírus influenza de maior circulação neste ano segundo análise da Organização Mundial da Saúde (OMS), está disponível gratuitamente em todos os postos de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Foto: © Rarin Lee - Shutterstock.com