Câncer: técnica impede multiplicação celular

Natali.Saude - 26 de maio de 2017 - 07:57

Câncer: técnica impede multiplicação celular

Proteína silenciada retarda e evolução da doença, segundo cientistas dos Estados Unidos

(CCM SAÚDE) — O câncer caracteriza-se pela multiplicação de células doentes que, descontroladas, geram dificuldade para serem combatidas. Uma descoberta feita por pesquisadores dos Estados Unidos pode ser uma nova arma contra esse fato, já que ela identificou uma proteína existente no ciclo de proliferação dos tumores.



Quando silenciada, essa proteína, denominada Tudor-SN, retarda a evolução da doença, segundo testes com tumores humanos realizados em laboratório.

Para conseguir isso, os cientistas utilizaram uma técnica de edição de genes, chamada CRISPR-Cas9, e eliminaram a Tudor-SN em células de câncer de rim e colo de útero. O estudo foi publicado na revista 'Science'.

Diante disso, as células levaram mais tempo para se dividir, o que facilitou o tratamento ao frear ao crescimento celular. "Sabemos que a Tudor-SN é mais abundante em células cancerosas do que nas saudáveis. O direcionamento dessa proteína poderia inibir o crescimento rápido de células cancerosas", disse Reyad Elbarbary, autor do estudo e pesquisador da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos.

Ao abordar fatores envolvidos no ciclo celular, os pesquisadores pretendem barrar essa divisão defeituosa das células cancerosas. Atualmente, os cientistas estão analisando quais moléculas e proteínas ajudarão a silenciar a Tudor-SN e já solicitaram um pedido de patente para o tratamento.

Foto: © Juan Gärtner - Shutterstock.com