Alzheimer: mortes aumentaram 55% em 15 anos

Natali.Saude - 29 de maio de 2017 - 10:10

Alzheimer: mortes aumentaram 55% em 15 anos

Nos Estados Unidos, dados são atribuídos ao aumento de diagnósticos e envelhecimento

(CCM SAÚDE) — Mortes causadas pelo Alzheimer cresceram 55% entre 1999 e 2014 nos Estados Unidos. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doença (CDC), isso se deve a diversos fatores, principalmente envelhecimento da população, ao fato de médicos apontarem a doença como causa dos óbitos e o aumento do número de diagnósticos.

Nesse relatório, a taxa de mortalidade relacionada ao Alzheimer aumentou de 16,5 entre 100 mil pessoas no ano de 1999 para 25,4 no ano de 2014 - um aumento de 55%. Grande parte das pessoas com essa doença morre em instituições que cuidam de idosos; poucos são cuidados pela família.

Atualmente, o Alzheimer representa a sexta causa de morte nos Estados Unidos (3,6% do total em 2014) e atinge principalmente pessoas com mais de 65 anos. "Milhões de americanos e suas famílias se veem profundamente afetadas pelo mal de Alzheimer", afirma a médica Anne Schuchat, diretora do CDC.

Foto: © adriaticfoto - Shutterstock.com