Instagram é a pior rede social para os jovens

Natali.Saude - 30 de maio de 2017 - 10:20

Instagram é a pior rede social para os jovens

Uso intenso pode gerar problemas de saúde mental, segundo Sociedade Real para Saúde Pública

(CCM SAÚDE) — Uma pesquisa conduzida no Reino Unido, pela Sociedade Real para Saúde Pública (RSPH, na sigla em inglês) apontou que o Instagram é a pior rede social no que diz respeito à saúde mental dos jovens.

A conclusão foi obtida após uma análise de 1.479 pessoas com idades entre 14 e 24 anos. Foram considerados aspectos como ansiedade, depressão, solidão, bullying e imagem corporal. Vale destacar que cerca de 90% dos jovens utilizam redes sociais e, por isso, são mais vulneráveis aos seus efeitos.

Se o Instagram é a pior rede para os jovens, a melhor, por outro lado, é o YouTube, seguido por Twitter e Facebook. Snapchat e Instagram tiveram as piores notas para a saúde mental de adolescentes.

"É interessante ver Instagram e Snapchat nas piores posições para saúde mental e bem-estar. Ambas as plataformas são bastante focadas em imagem e parecem causar sentimentos de inadequação e ansiedade nos jovens", diz Shirley Cramer, executiva-chefe da RSPH.

Para combater esses efeitos negativos, a instituição de pesquisa sugere que as plataformas avisem, por meio de pop-up, toda vez em que o jovem estiver utilizando em excesso as redes sociais. Outra medida seria sinalizar quando as fotos foram digitalmente manipuladas.

Em sua defesa, o Instagram exalta o papel da rede para a melhoria da saúde mental de muitos jovens. "Todos os dias, pessoas em todas as partes do mundo usam o Instagram para compartilhar sua própria jornada de saúde mental e conseguir apoio no Instagram quando e onde eles precisarem", enfatiza Michelle Napchan, chefe das políticas do Instagram.

Foto: © happydancing - Shutterstock.com