Novo teste para hanseníase chega em dois anos

Pedro.Saude - 31 de maio de 2017 - 09:18

Novo teste para hanseníase chega em dois anos

Análise molecular da bactéria fará diagnóstico precoce da doença, interrompendo transmissão

(CCM SAÚDE) — Um novo teste, mais preciso que o atual, para diagnosticar a hanseníase estará disponível na rede pública de saúde em até dois anos. A estimativa é da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que desenvolveu o exame.



O teste criado realiza uma biópsia da pele do paciente em busca da bactéria Mycobacterium leprae, causadora da doença. Atualmente, o teste sorológico à disposição no país não é capaz de detectar a presença do patógeno caso sua concentração no organismo seja muito baixa.

Com o novo exame, cujo protótipo já está em fase de registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), será possível realizar um diagnóstico mais precoce da hanseníase, o que melhora a perspectiva do tratamento e reduz os riscos de transmissão da bactéria.

Atualmente, cerca de 25 mil pessoas são diagnosticadas anualmente com hanseníase no Brasil. O objetivo dos pesquisadores envolvidos na formulação do teste é que ele seja implantado em todos os laboratórios de referência do país até 2019.

Foto: © luckybusiness - 123RF.com