61% das mães são criticadas por criação do filho

Pedro.CCM - 22 de junho de 2017 - 08:07

61% das mães são criticadas por criação do filho

Pessoas mais próximas são as principais responsáveis, aponta estudo feito com mulheres com filhos pequenos

(CCM SAÚDE) — Seis em cada dez mães já foram criticadas pelo modo como criam seus filhos. Os dados são de pesquisa da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, que aponta os parentes próximos como principais autores dos comentários.



O estudo, que entrevistou 495 mulheres com ao menos um filho de até cinco anos, mostra que as críticas costumam vir dos pais da mulher (37% dos casos), dos parceiros (36%) e dos sogros (31%). Em menor medida, estão amigos (14%), outras mães (12%) e pessoas nas redes sociais (7%). Ao todo, 40% das participantes afirmaram ter sido criticadas por três ou mais desses grupos.

Para Sarah Clark, autora da pesquisa, esse volume de críticas cria focos de tensão que não são benéficos nem para a mãe nem para os filhos. "Os conselhos sobre maternidade levam a mais estresse do que tranquilização e as fazem se sentir mais criticadas do que apoiadas", afirma ela.

O tema dos comentários também é variado. O mais frequente é o comportamento da criança, apontado por 70% das mães. Depois, estão nutrição (52%), sono (46%) e amamentação (30%). Além disso, 56% das mulheres dizem ser criticadas quando seu filho se comporta mal, mas não são elogiadas quando vão bem.

Foto: © christingasner - 123RF.com