Tatuagem muda de cor para monitorar diabetes

Natali_CCM - 23 de junho de 2017 - 14:07

Tatuagem muda de cor para monitorar diabetes

Novidade é feita com tinta especial e também ajuda a controlar alterações de sódio e pH

(CCM SAÚDE) — Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e de Harvard estão prestes a criar um dispositivo que poderá revolucionar a forma com que são tratadas doenças como o diabetes tipo 1 e 2.

Trata-se de uma tatuagem biossensorial, feita com uma tinta que muda de cor em tempo real para alertar ao paciente sobre seu nível de glicose no sangue, bem como alterações nos níveis de sódio e pH.

Esse processo, segundo os cientistas, dispensaria a necessidade de picar os dedos todos os dias para monitorar a glicose em um aparelho. Quando o nível de glicose no sangue aumentar, a tinta da tatuagem muda de azul para marrom. Em relação ao pH, quando ele estiver alterado, a cor muda de roxo para rosa, assim como o sódio, que, iluminado por luz negra, mostra um verde mais forte.

Testada apenas na pele de porcos, a novidade ainda precisa de mais testes para avaliar sua durabilidade, precisão e riscos de alergia. "Ainda vai levar um bom tempo até que algo prático chegue ao mercado, mas isso invoca a imaginação e abre novas possibilidades", disse o pesquisador Xi Liu, do MIT, em entrevista à emissora ‘CBS News’.

"As pessoas querem entender o que está acontecendo em seus corpos. Nós acreditamos que, no futuro, dispositivos implantados na pele não serão mais mistificados”, comentou Liu em seu site. "Em vez disso, eles vão convergir para uma maior facilidade de uso, durabilidade e para propósitos estéticos."

Foto: © Jean-Paul CHASSENET - 123RF.com