Presença do celular reduz capacidade cerebral

Pedro.CCM - 26 de junho de 2017 - 10:09

Presença do celular reduz capacidade cerebral

Ter smartphone ao alcance, mesmo que desligado ou no silencioso, diminui concentração e resultados em teste

(CCM SAÚDE) — A simples presença do celular próximo à pessoa reduz capacidades cerebrais de concentração e cognição, afirma uma pesquisa da Universidade do Texas, nos Estados Unidos.



O experimento colocou estudantes para fazerem testes no computador que exigiam concentração máxima. Eles eram instruídos a escolher se mantinham seus celulares sobre a mesa, no bolso ou em outro ambiente. Em todos os casos, os aparelhos deveriam permanecer no modo silencioso.

O trabalho mostrou que os voluntários que deixaram o celular fora do alcance da mão ou do olhar tiveram os melhores resultados nos exames. Segundo Adrian Ward, autor do estudo, a presença do smartphone retira parte da concentração dos usuários, mesmo que eles não percebam ou não utilizem o celular durante os testes.

"A pesquisa sugere que, quanto mais o participante pode notar o smartphone, menor é sua capacidade cognitiva. Seu consciente pode não estar pensando no celular, mas o simples processo de não pensar em algo já reduz os recursos cognitivos, que são limitados em todos nós", explica o especialista.

Foto: © everythingpossible - 123RF.com