Sobreviver ao câncer reduz chance de gravidez

Pedro.CCM - 3 de julho de 2017 - 13:02

Sobreviver ao câncer reduz chance de gravidez

Por outro lado, fertilidades das mulheres que passaram pelo tratamento têm aumentado nas últimas décadas

(CCM SAÚDE) — Mulheres que sobreviveram ao câncer apresentam menores chances de engravidar após o tratamento, aponta estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia.



O trabalho demonstrou que o tratamento contra o câncer reduz em cerca de um terço a fertilidade. "Uma mulher de 30 anos que fez quimioterapia tem um potencial reprodutivo de uma de 40 anos. É importante que a expectativa de vida reprodutiva delas é reduzida", afirma a pesquisadora Gillian Lockwood, em entrevista ao jornal britânico 'The Guardian'.

O estudo escocês avaliou dados de 23 mil mulheres com a doença. Entre elas, houve apenas 6.627 gestações após o tratamento contra cerca de 11 mil esperados em qualquer grupo com igual número de mulheres.

As mais afetadas são as pacientes que não tinham filhos antes do câncer. Neste grupo, as chances de gravidez foi de apenas 21% em comparação aos 39% entre mulheres que não enfrentaram a doença. A redução de fertilidade, no entanto, não é o único fator. "Algumas mulheres não querem colocar uma criança no mundo quando não têm certeza sobre sua própria saúde", diz o autor do estudo, Richard Anderson.

Apesar do problema, a pesquisa também revelou uma melhora do prognóstico de fertilidade da mulher nas últimas décadas. Enquanto aquelas que passaram pelo câncer a partir de 2010 tiveram a redução atual de 30% nas chances de ficar grávidas, as que tiveram a doença na década de 1980 apresentavam redução de 50%.

Foto: © Coffeemill - Shutterstock.com