ONU: mortes ligadas ao HIV caíram pela metade

Natali_CCM - 20 de julho de 2017 - 09:51

ONU: mortes ligadas ao HIV caíram pela metade

Relatório da ONU demostra que 1,8 milhão de pessoas foram infectadas no ano passado

(CCM SAÚDE) — O número de mortes ligadas ao HIV, vírus da Aids, caiu pela metade na comparação de 2005 com 2016, segundo a ONU. A instituição afirma, ainda, que o número de infecções está em queda.

Embora os números de Aids estejam diminuindo, o número de pessoas infectadas pelo vírus HIV ainda é muito alto. Apenas no ano passado, 1,8 milhão de pessoas foram infectadas - o equivalente a uma contaminação a cada 17 segundos.

Em 2016, um milhão de pessoas morreu em decorrência da Aids, sendo que, em 2005, foram 1,9 milhão. A novidade, agora, é que mais da metade das pessoas infectadas recebe tratamento e o número de novas infecções está em lenta queda.

De acordo com a UNAIDS, a redução no número de mortes relacionados ao HIV se deve à difusão do tratamento antirretroviral. "Em 2016, 19,5 milhões de pessoas, do total de 36,7 milhões que vivem com HIV, tinham acesso a tratamento", diz o programa, em comunicado. "Nossos esforços deram resultado", disse Michel Sidibé, diretor-executivo do UNAISD.

"Mas nossa luta para pôr fim à Aids está apenas começando. Vivemos tempos difíceis, e os avanços conquistados podem se apagar facilmente", relembrou.

Foto: © ktsdesign - Shutterstock.com