Dano cerebral em 99% dos jogadores da NFL

Pedro.CCM - 27 de julho de 2017 - 11:33

Dano cerebral em 99% dos jogadores da NFL

Ex-atletas da liga de futebol americano foram diagnosticados com encefalopatia traumática crônica

(CCM SAÚDE) — Estudo da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, apontou a presença de danos cerebrais em 99% de ex-atletas da NFL, a liga profissional de futebol americano. O trabalho analisou o cérebro de jogadores falecidos.



Os cientistas diagnosticaram quadros de encefalopatia traumática crônica (ETC) em 110 dos 111 ex-jogadores estudados. A pesquisa também avaliou esportistas amadores, semiprofissionais e universitários. Ao todo, 87% dos 202 atletas examinados receberam o diagnóstico da doença neurodegenerativa.

A ETC, que também recebe o nome de demência pugilística, pela incidência alta em atletas de boxe, provoca sintomas como perda de memória, redução das funções cognitivas e, de maneira subsequente, pode levar a quadros de depressão pela idade reduzida dos portadores.

Apesar dos pesquisadores afirmarem que não é possível associar diretamente a ocorrência da doença ao histórico dos atletas e aos choques de cabeça tão comuns no esporte, a NFL já fechou, há dois anos, um acordo de 1 bilhão de dólares com diversas famílias de ex-atletas que reclamavam indenização pelo desenvolvimento da ETC e outros danos cerebrais.

Foto: © Melinda Nagy - 123RF.com