Obesos possuem erro em 'interruptor cerebral'

Pedro.CCM - 4 de agosto de 2017 - 08:50

Obesos possuem erro em 'interruptor cerebral'

Segundo estudo, dificuldade de perder peso pode estar ligada a uma disfunção do metabolismo

(CCM SAÚDE) — Uma disfunção metabólica pode estar na origem da grande dificuldade que algumas pessoas com obesidade encontram em perder peso, afirma estudo de cientistas da Universidade Monash, na Austrália.



O mau funcionamento afetaria uma espécie de interruptor presente no cérebro. Geralmente, células de gordura especializadas chamadas adipócitos sofrem alterações ao longo do dia conforme ingerimos alimentos, explicam os cientistas.

Quando comemos e a taxa de açúcar no sangue sobe, o organismo libera insulina e essas células se tornam marrons e passam a promover a queima da energia excedente. Após esse processo, os adipócitos voltam a ser células brancas que tem como função o armazenamento de energia.

Essa modulação, no entanto, não ocorre entre os obesos. Neste grupo, o 'interruptor' que controla a variação entre células marrons e brancas se mantém sempre travado na segunda posição. "O que acontece entre obesos é que o interruptor não desliga durante a alimentação. Como consequência, o gasto de energia é sempre baixo e isso gera ganho de peso", explica Tony Tiganis, à frente dos estudos.

Apesar da possibilidade de se utilizar esse novo conhecimento para facilitar a perda de peso entre pacientes com obesidade, Tiganis garante que sua aplicação prática ainda está longe de acontecer e pode ser mesmo muito difícil de chegar a ser realizada.

Foto: © Pichit Sansupa - Shutterstock.com