Pesquisadores estão perto da cura do resfriado

Natali_CCM - 7 de agosto de 2017 - 10:49

Pesquisadores estão perto da cura do resfriado

Estudo feito na Escócia indica que tratamento com peptídeos antimicrobianos é o caminho

(CCM SAÚDE) — Peptídeos antimicrobianos, biomoléculas presentes no sistema imunológico das pessoas, podem ser a resposta para curar o resfriado comum, segundo cientistas da Universidade Edinburgh Napier, na Escócia.



Os cientistas descobriram que essas substâncias elevam a resposta natural do organismo à infecção pelo rinovírus, que geralmente acomete quem tem resfriado comum. Segundo eles, os peptídeos atacam os invasores e podem gerar uma cura para o resfriado, bem como uma vacina.

"Essa é uma descoberta animadora. Nossos próximos passos serão modificar o peptídeo para torná-lo ainda mais eficaz para matar esse vírus", diz Peter Barlow, professor associado de imunologia e infecção da universidade escocesa.

Tal descoberta, se concretizada, pode ajudar pacientes com doenças pulmonares como asma e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), que têm risco elevado de morte quando contraem resfriados.

"Esse estudo representa um passo importante para encontrar um tratamento”, diz o cientista. "Não há cura e não há vacina. Portanto, o desenvolvimento de tratamentos eficazes para o rinovírus humano é algo urgente", completa Barlow.

Foto: © Olena Yakobchuk  - 123RF.com