Fones podem ter até 10 mil fungos e bactérias

Pedro.CCM - 15 de agosto de 2017 - 10:45

Fones podem ter até 10 mil fungos e bactérias

Estudo encontra micro-organismos que podem provocar meningite e problemas de audição

(CCM SAÚDE) — Aparentemente inofensivos, os fones de ouvido podem guardar até 10 mil fungos e bactérias, revelou pesquisa da Faculdade de Biomedicina da DeVry Metrocamp, de Campinas. Alguns desses micro-organismos são perigosos.

O estudo, que analisou amostras retiradas de 40 fones, entre intra-auriculares e headphones, apontou a presença em 87% deles da bactéria Staphylococcus aureus, agente patogênico de infecções de pele simples, mas também de doenças graves, como meningite e sepse.

"Se os micro-organismos invadirem a região mais interna do ouvido, podem atingir nervos auditivos e afetar o sistema nervoso central. Em alguns casos, isso pode ocasionar a meningite. Crianças e idosos são os grupos que devem tomar mais cuidado", alerta a pesquisadora Rosana Siqueira em entrevista ao 'G1'.

Além disso, a descoberta do fungo Candida spp nos fones também preocupou os cientistas. Em pacientes com baixa imunidade, este micro-organismo, ao infectar o ouvido, pode alterar sua anatomia, causando quadros de labirintite e até mesmo perda de audição.

Foto: © iceink - Shutterstock.com