Origem do TOC está prestes a ser descoberta

Natali_CCM - 30 de agosto de 2017 - 09:25

Origem do TOC está prestes a ser descoberta

Segundo pesquisadores, ausência de proteína pode desencadear atitudes obsessivas

(CCM SAÚDE) — O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é um mal que atinge milhões de pessoas, que apresentam compulsões ou obsessões, porém ainda não teve sua causa descoberta, cenário que pode mudar a partir de uma pesquisa alemã.



De acordo com os cientistas responsáveis pela pesquisa, publicada na revista ‘Molecular Psychiatry’, a resposta para o TOC pode estar na proteína SPRED2, cuja ausência em experimentos com ratos provocou sintomas semelhantes aos do TOC.

"Fomos capazes de mostrar, em modelos de ratos, que a ausência da SPRED2 pode desencadear um comportamento de higiene excessiva", explica, em comunicado, Kai Schuh, pesquisador do Instituto de Fisiologia da Universidade de Würzburg e um dos autores do estudo. Encontrada em todo o corpo, essa proteína se localiza principalmente nos gânglios basais e nas amígdalas.

"Hoje, antidepressivos como a fluoxetina são usados para tratar o TOC, mas o mecanismo de ação deles é inespecífico e, muitas vezes, não relacionado com a causa da doença", explica Melanie Ullrich, outra pesquisadora envolvida no estudo.

De posse dessa descoberta, os cientistas agora pretendem utilizar medicamentos que regulam a cascata de cinase para combater o TOC.

Foto: © mitarart - 123RF.com