Termômetro de mercúrio será proibido no Brasil

Pedro.CCM - 19 de setembro de 2017 - 09:11

Termômetro de mercúrio será proibido no Brasil

Decisão da Anvisa entra em vigor a partir de 2019; metal não poderá ser usado em produtos de saúde

(CCM SAÚDE) — Termômetros de mercúrio terão produção e venda proibidas no Brasil a partir de 2019. A decisão é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e foi publicada nesta segunda-feira (18) no Diário Oficial da União.



A medida, aprovada pelo órgão federal desde março, também se estenderá para outros produtos de saúde que tenham mercúrio em sua composição, caso das versões mais antigas de medidores de pressão. Em ambos os casos, a recomendação da Anvisa é de que eles sejam substituídos por aparelhos digitais.

Além do fim da fabricação e comercialização, esses produtos também serão retirados de circulação nos hospitais públicos e privados. Já quem ainda tiver aparelhos com mercúrio em casa não está obrigado a descartá-los, mas a Vigilância Sanitária listou alguns cuidados a serem tomados em caso de acidentes.

Em primeiro lugar, deve-se deixar esses equipamentos fora do alcance de crianças. Se houver rompimento, recolha o mercúrio utilizando luvas e seringas, a depender da forma em que o metal se encontra. Por fim, o descarte deve ser feito em recipientes bem fechados e com indicação do seu conteúdo no rótulo. É importante contactar o serviço de limpeza urbana de sua cidade caso queira jogar o produto fora.

Foto: © Evan Lorne - Shutterstock.com