Cirurgia recupera consciência de paciente

Pedro.CCM - 26 de setembro de 2017 - 08:48

Cirurgia recupera consciência de paciente

Estimulação do nervo vago possibilitou melhora das repostas de homem há 15 anos internado

(CCM SAÚDE) — Um paciente em estado vegetativo há 15 anos recobrou parte da consciência a partir de uma técnica inovadora criada no Instituto de Ciências Cognitivas, na França. A conquista abre possibilidades de tratamento de pessoas nesta condição.



O procedimento, comandado pela neurocientista Angela Sirigu, implantou um pequeno aparelho no nervo vago, que parte do cérebro e se comunica com quase todos os órgãos vitais do corpo humano, na altura do peito do paciente. Durante um mês, o dispositivo emitiu estímulos ao nervo.

Depois disso, o homem, que não teve sua identidade revelada, passou a acompanhar objetos com os olhos, se mostrou mais atento e concentrado ao que ocorre em seu entorno e até mesmo seguiu algumas recomendações motoras dos médicos, como virar a cabeça para o lado. "Ele ainda está paralisado, não fala, mas está mais consciente", afirma Sirigu ao jornal britânico 'The Guardian'.

O feito da equipe francesa contradiz a visão médica tradicional de que pacientes em estado vegetativo por mais de 12 meses não têm capacidade de retomar a consciência. O objetivo dos cientistas agora é testar a terapia de estimulação do nervo vago em pessoas com lesões cerebrais mais brandas, as quais poderiam apresentar melhoras ainda mais significativas.

Foto: © Sergey Nivens - Shutterstock.com