Biometria indica uso de cocaína em segundos

Pedro.CCM - 27 de setembro de 2017 - 08:46

Biometria indica uso de cocaína em segundos

Teste avalia metabolismo do corpo para comprovação e impede que ocorram fraudes, diz pesquisadora

(CCM SAÚDE) — Um novo teste criado na Universidade de Surrey, no Reino Unido, promete apontar o uso de cocaína em poucos segundos usando apenas um procedimento de biometria e análise metabólica do paciente.



A técnica, desenvolvida pelas pesquisadoras Catia Costa e Melanie Bailey, busca por traços de benzoilecgonina e metilecgonidina, duas substâncias responsáveis pela metabolização da cocaína no organismo. Em testes, a biometria foi capaz de identificar a presença dos metabólitos mesmo após os usuários terem lavado as mãos.

A pesquisa foi realizada com pessoas em busca de tratamento em clínicas de reabilitação de dependência química e também entre indivíduos sem histórico de uso da droga. Ao todo, 99% dos casos foram identificados corretamente pelo exame.

Além da alta eficácia, as cientistas também destacaram a rapidez da técnica, que hoje leva alguns minutos para dar resultados, mas que vem sendo desenvolvida para chegar a um tempo de resposta de apenas 30 segundos. Por fim, elas garantem que o procedimento, ao associar-se com a impressão digital do paciente, evita fraudes.

O teste agora aguarda aprovação das agências reguladoras para poder ser utilizado em clínicas e também em processos jurídicos nos quais seja necessário atestar o uso de cocaína pelo réu. A equipe de pesquisadoras também busca desenvolver exames similares para outras substâncias.

Foto: © MaximP - Shutterstock.com