Brasil bate novo recorde de doadores de órgãos

Pedro.CCM - 28 de setembro de 2017 - 08:50

Brasil bate novo recorde de doadores de órgãos

No primeiro semestre, número subiu 16% em relação ao ano passado; recusa ainda é muito elevada

(CCM SAÚDE) — O Brasil bateu novo recorde de doadores de órgãos, informou o Ministério da Saúde nesta quarta-feira (27). Ao todo, houve 1.662 doadores apenas no primeiro semestre deste ano, número 16% maior que o do ano passado.



Com isso, já puderam ser realizados 12.086 transplantes de órgãos no país somente nos seis meses iniciais de 2017, crescimento de 8% em comparação a 2016. O mais frequente é o transplante de córnea, com 7.865 procedimentos. Depois, vêm rim (2.928) e fígado (1.014). Transplantes de coração, tipo mais complexo e que exige velocidade no atendimento, também subiram. Já são 172 realizados neste ano.

A partir dos resultados parciais, a projeção do ministério para 2017 é de recorde total nas cirurgias de transplante de órgãos, com mais de 26 mil procedimentos efetuados. Além disso, espera-se subir a máxima histórica nos transplantes de córnea, medula óssea, rim e fígado.

Apesar dos bons números, que incluem estabilização da fila de espera para as operações, que há três anos se encontram na casa das 41 mil pessoas, o órgão federal ainda tenta reduzir o índice de recusa das doações pelas famílias. Atualmente, essa taxa é de 43%, praticamente a mesma desde 2013. Hoje em dia, parentes próximos devem liberar as doações mesmo quando paciente tenha expressado em vida sua vontade.

Foto: © Csaba Deli - 123RF.com