Pular café da manhã eleva risco cardiovascular

Pedro.CCM - 3 de outubro de 2017 - 09:20

Pular café da manhã eleva risco cardiovascular

Estudo identificou que não comer de manhã é pior para a saúde do que refeições muito calóricas

(CCM SAÚDE) — Não é de hoje que se fala que o café da manhã é a refeição mais importante do dia. E um estudo espanhol parece confirmar essa hipótese, associando não comer de manhã com maior risco cardiovascular.



A pesquisa, realizada pelo Centro Nacional de Pesquisa Cardiovascular, de Madri, com mais de 4 mil homens e mulheres sem histórico de doença do coração, apontou que pular o café da manhã pode ser inclusive pior do que o hábito de fazer refeições muito calóricas logo nas primeiras horas do dia.

Os cientistas constataram que 57% dos participantes que afirmavam consumir altos níveis calóricos no café da manhã tinham aterosclerose - acúmulo de gordura na parede das artérias - subclínica. Já entre aqueles que não tomavam o café esse índice chegou a 75%. Além disso, houve maior incidência de obesidade, tabagismo, consumo excessivo de álcool e hipertensão arterial no grupo de voluntários que pulam o café da manhã.

As causas para essas relações, no entanto, ainda não estão bem definidas. Para Valentin Fuster, um dos autores da pesquisa, a falta de uma refeição após despertar pode estar ligada tanto a estilos de vida desregrados quanto a alterações no relógio biológico que provocam a aterosclerose e outros problemas cardíacos.

No entanto, o especialista em metabolismo humano Naveed Sattar, em entrevista ao jornal 'The Guardian', pondera que essa situação pode ser fruto de um desregulamento do apetite, levando a maior consumo calórico nas refeições seguintes e em horários atípicos para o organismo.

Foto: © ildipapp - 123RF.com