Conheça os principais sinais da enxaqueca

Natali_CCM - 3 de outubro de 2017 - 14:00

Conheça os principais sinais da enxaqueca

Doença é a sexta mais incapacitante no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde

(CCM SAÚDE) — É comum que, quando têm dores de cabeça muito fortes, as pessoas se confundam na hora de saber se é um caso de enxaqueca ou dor de cabeça. Segundo especialistas, grande parte das pessoas não sabe que sofre desse problema.



A enxaqueca pode ser episódica, ou seja, acontece de vez em quando, ou crônica, ocorrendo com frequência. "Os dados mostram que 80% dos pacientes que têm casos crônicos não são diagnosticados porque os médicos não conhecem bem os critérios de diagnóstico, já que eles só foram definidos nos últimos anos", diz, à 'BBC Brasil', o neurologista sul-africano Andrew Blumenfeld, diretor do Headache Center, na Califórnia.

Diante de um diagnóstico impreciso, grande parte das pessoas acaba fazendo tratamento apenas para a dor pontual, desconsiderando o fato de que a enxaqueca, caso seja confirmada, precisa ser tratada constantemente.

Para diferenciar uma enxaqueca da dor de cabeça é importante ficar atento aos sintomas. A enxaqueca, em geral, causa dor apenas de um lado da cabeça, lateja, piora com os movimentos e se posiciona entre moderada e severa. Sensibilidade à luz e náusea são outros indicativos do problema.

Segundo os especialistas, a enxaqueca crônica corresponde a pelo menos 10% dos casos e é identificada a partir do número de dias em que a pessoa convive com a dor durante o mês. A Academia Brasileira de Neurologia informa que 18% da população brasileira sofre com a enxaqueca - de 5% a 25% das mulheres e 2% a 10% dos homens.

Foto: © Maridav - Shutterstock.com