Terapia genética elimina leucemia totalmente

Natali_CCM - 21 de novembro de 2017 - 13:51

Terapia genética elimina leucemia totalmente

Estudo indica que tratamentos com modificação celular revolucionarão a medicina tradicional

(CCM SAÚDE) — A revista 'Nature Medicine' publicou, recentemente, um estudo que comprova a total remissão de leucemia em pacientes que se submeteram a uma nova terapia genética de edificação de genes.



A pesquisa indica que, com essa nova técnica, houve remissão completa em 73% dos casos, o que indica que um dos mais promissores tratamentos para câncer hoje em dia pode revolucionar a medicina.

Nesse estudo, os cientistas testou as células de defesa T para atacar o antígeno CD 22, presente nas células malignas. Esse é um mecanismo similar ao da chave-fechadura, na qual a fechadura (célula imune) se prende à estrutura maligna (chave), matando-a.

Para que seja realizada essa terapia são retiradas células de defesa do organismo do paciente. Depois, elas são modificadas geneticamente em laboratório para reconhecerem o tumor e, na sequência, são injetadas de novo no organismo.

A nova terapia, denominada CART CD 22, foi testada em 21 crianças e adultos, incluindo 17 que já tinha recebido uma imunoterapia por CD 19 anteriormente. Segundo os cientistas, o estudo tem importância para demonstrar que há outras opções de terapias genéticas que podem funcionar para cada caso especificamente.

Foto: © JPC-PROD - Shutterstock.com