Obesidade pode levar à leucemia, diz pesquisa

Natali_CCM - 2 de janeiro de 2018 - 11:35

Obesidade pode levar à leucemia, diz pesquisa

Estudo indica que sobrepeso prejudica o sistema sanguíneo, deixando corpo mais vulnerável

(CCM SAÚDE) — Um estudo divulgado no ‘Journal of Experimental Medicine’ indica que, a longo prazo, o sobrepeso compromete o sistema sanguíneo, deixando o corpo mais suscetível ao surgimento de quadros de leucemia.



Os testes, feitos com camundongos, permitiram que os pesquisadores identificassem que o estresse oxidativo relacionado à obesidade altera a estrutura de células-tronco do sangue, reduzindo aos poucos sua capacidade.

"Hoje, compreendemos que as células-tronco do sangue são constituídas por inúmeros subconjuntos de células. Manter esses compartimentos saudáveis é essencial para a saúde humana, o que inclui a manutenção do vasto conjunto de estruturas hematopoiéticas", diz, em comunicado, Damien Reynaud, autor do estudo e pesquisador do Hospital Infantil de Câncer do Sangue de Cincinnati.

Os estudiosos indicam que essas alterações podem estar ligadas à forte presença de um fator de transcrição denominado Gfi1, gene regulador que mostra aos outros genes o que fazer. Sem sua atuação há um caos celular, o que prejudica o funcionamento dessa "fábrica de sangue".

"Pouco se sabe sobre como a obesidade em doadores de medula pode afetar a qualidade do compartimento das células-tronco hematopoiéticas", conta Reynaud. “Queremos entender melhor as alterações moleculares na obesidade para prever riscos potenciais associados ao uso terapêutico de células-tronco isoladas de doadores obesos.”

A leucemia, que ocorre quando os glóbulos brancos abandonam a defesa do corpo, tem como sintomas anemia, fadiga, sangramentos nas gengivas e nariz e manchas roxas na pele. O Instituto Nacional de Câncer (Inca) indica que, em 2016, foram diagnosticados 10.070 novos casos da doença no Brasil.

Foto: © mackoflower - 123RF.com