Malformações por zika: 3 mil casos em dois anos

Pedro.CCM - 31 de janeiro de 2018 - 13:54

Malformações por zika: 3 mil casos em dois anos

Boletim do Ministério da Saúde aponta que houve 15 mil notificações desde novembro de 2015

(CCM SAÚDE) — O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira (30) que o Brasil registrou 3.037 casos de malformações provocadas pelo vírus zika desde novembro de 2015, quando o surto da doença se iniciou no país.



Os números, publicados no mais recente boletim epidemiológico do órgão, vão até o dia 2 de dezembro. Ao todo, o ministério também aponta que 15.150 notificações do problema foram feitas pelas autoridades estaduais de saúde desde o surgimento dos primeiros casos.

Destas ocorrências, 1.987 casos foram excluídos da contagem pois as análises mostraram que a malformação não estava associada à infecção pelo vírus. Além disso, 6.718 notificações (44,3% do total) tiveram diagnóstico descartado pelas investigações laboratoriais realizadas. Por fim, 310 (2%) foram listados como prováveis e 195 (1,3%) como inconclusivos.

O órgão federal também anunciou que das 3.037 crianças afetadas por alguma malformação (microcefalia, condições visuais ou auditivas, entre outras), 1.679 estão recebendo atendimento especializado e 975, estimulação precoce.

Foto: © designer491 - Shutterstock.com