Hibisco pode ajudar a prevenir câncer

Joana.Saude - 9 de novembro de 2015 - 15:46

Hibisco pode ajudar a prevenir câncer

Pesquisadores brasileiros conseguiram reduzir tumores de cólon em roedores ao acrescentar o extrato da planta na dieta dos animais

(CCM SAÚDE) - Pesquisa desenvolvida por cientistas do curso de Nutrição da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) descobriu efeitos promissores no extrato de hibisco na prevenção e inibição de avanço tumoral do câncer de cólon .

Os pesquisadores realizaram, durante nove semanas, análises em laboratório com três grupos de ratos: um grupo de ratos saudáveis - grupo controle - e dois grupos induzidos ao câncer de cólon, sendo que um dos grupos manteve dieta normal e outro teve a alimentação enriquecida com o extrato seco da flor de hibisco - Hibiscus cannabinu. De origem africana, a flor de cor rosa escura ou avermelhada é rica em um pigmento vermelho chamado antocianina, conhecida pelos cientistas pelo forte efeito antioxidante.

Os resultados comprovaram as expectativas dos pesquisadores: nos roedores que consumiram o extrato de hibisco, o câncer avançou menos do que nos animais que receberam apenas a alimentação normal.

"É como se o hibisco ajudasse a bloquear a instalação dos tumores. As suas substâncias atuam diretamente na genotoxicidade, ou seja, nas toxinas que causam a alteração no DNA, que vão dar origem ao câncer", declarou ao jornal 'Zero Hora' a professora Sandra Soares Melo, coordenadora da pesquisa que contou também com a colaboração de alunos do curso de Nutrição.

A pesquisa para testar os efeitos do hibisco na prevenção e inibição do câncer é inédita e, devido aos resultados positivos, os pesquisadores querem repetir o estudo com a utilização do hibisco na forma de chá, em vez de extrato. Segundo os pesquisadores, as descobertas oferecem as primeiras bases científicas para que o extrato de hibisco seja utilizado como preventivo e para auxiliar no tratamento de pacientes com câncer de cólon.

Foto: © Pixabay.