Capacete para quimioterapia é aprovado

Pedro.Saude - 16 de dezembro de 2015 - 14:26

Capacete para quimioterapia é aprovado

Liberado para venda nos Estados Unidos, produto evita perda de cabelo durante tratamento contra o câncer de mama

(CCM SAÚDE) - O DigniCap, capacete que evita a queda de cabelo de pacientes em tratamento de quimioterapia contra o câncer de mama, teve sua venda aprovada nos Estados Unidos pela FDA, órgão estadunidense similar à Vigilância Sanitária. O produto, desenvolvido pela empresa sueca Dignitana, foi testado em 122 mulheres com câncer e 66% delas apresentaram redução da taxa de perda de cabelo após o uso do capacete.



O DigniCap possui um sistema eletrônico que resfria a região da cabeça durante a quimioterapia, o que provoca a compressão dos vasos sanguíneos dos folículos capilares, reduzindo a quantidade de material radioativo que atinge essa área do corpo. "Estamos contentes em aprovar um produto que reduza a queda de cabelo entre mulheres com câncer. Controlar os efeitos colaterais do tratamento é um componente fundamental para a saúde e a recuperação das pacientes", afirmou William Maisel, diretor de análise de produtos da FDA.

Mais do que um aparelho que melhore o tratamento, o que o DigniCap promove é a melhora da auto-estima e bem-estar da paciente, produzindo efeitos sobre seu estado psicológico para que isso repercuta sobre o tratamento e o processo de recuperação.

De acordo com comunicado emitido pela FDA para o anúncio da aprovação, o capacete, que ainda não tem um prazo definido para entrar em circulação, tem efeitos colaterais de leves a moderados, como enxaquecas induzidas pela exposição ao frio, desconforto no pescoço e ombros, calafrios e dores pelo uso prolongado do produto, que precisa ficar apertado na cabeça da paciente.

Foto: © Creative Commons - Flickr: Kristoffer Larsson.