Luva pode controlar tremores de Parkinson

Joana.Saude - 18 de janeiro de 2016 - 17:35

Luva pode controlar tremores de Parkinson

Aparelho mostrou eficácia de redução de tremores em até 80%, e deve entrar no mercado em setembro deste ano

(CCM SAÚDE) - Um estudante de medicina do Imperial College de Londres criou uma luva que ajuda pacientes de mal de Parkinson a controlar os tremores típicos da doença. O dispositivo funciona com base em uma tecnologia chamada giroscópios, semelhante à utilizada para manter a estabilidade de satélites no espaço.



O inventor do aparelho, Faii Ong, juntou-se com outros colegas para criar startup, a GyroGear, para desenvolver o projeto. A ideia surgiu após Ong participar da equipe que cuidava de uma paciente de 103 anos, parte de seu treinamento na escola. A Gyrogear conseguiu então arrecadar financiamento para montar os primeiros protótipos do aparelho.

Primeiramente, Ong e seus colegas testaram o uso de elásticos, molas, ímãs e outros componentes para controlar os tremores. Depois destas abordagens, chegaram aos giroscópios – pequenos discos de metal em rotação. Estes discos conservam a posição graças ao princípio físico de conservação de momento angular. Segundo este princípio, o objeto em rotação tende a permanecer rodando em torno do mesmo eixo e reage a forças que tentam deslocá-lo.

Os testes realizados mostraram que a luva, batizada de GyroGlove, reduziu a amplitude dos tremores em 80%, uma eficiência considerada elevada. Com o produto, que deve entrar no mercado em setembro de 2016, portadores da doença em estado avançado podem voltar a escrever, usar talheres e fazer café usando o invento.

Ong já venceu três concursos de startups com o produto, o que ajudou a arrecadar as verbas para seguir com as pesquisas. Segundo a revista 'Technology Review', do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), a GyroGlove deve ser lançada no mercado com o preço para consumidor de US$ 550 a US$ 850.

Foto: © Fotolia.