Chocolate diminui risco de doença cardíaca

Pedro.Saude - 17 de junho de 2015 - 15:16

Chocolate diminui risco de doença cardíaca

Estudo escocês afirma que 100 gramas é o limite semanal de consumo do chocolate; chance de AVC também diminui

(CCM SAÚDE) - O chocolate, paixão e perdição de muitas pessoas, pode ser fator de proteção para doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral (AVC), afirma estudo realizado na Universidade Aberdeen, na Escócia.

Segundo os pesquisadores, que analisaram os dados de 25 mil moradores da cidade de Norfolk, na Inglaterra, pessoas que comem até 100 gramas de chocolate por semana apresentavam redução de 11% no risco de doença cardíaca e de 23% de infarto. Também foi 9% menor as chances de internação ou morte por problemas cardiovasculares. Um em cada cinco consultados não come chocolate com frequência.

Por outro lado, o estudo mostrou que o grupo de pessoas que come chocolate também era mais jovem, com peso menor e com uma dieta que envolvia menos carboidratos e álcool do que aqueles que não consomem o doce. Por conta disso, os cientistas não podem confirmar que o chocolate seja a única causa da proteção.

"O que esse estudo comprova é que se você tiver a saúde em dia, comer chocolate com moderação não vai afetar seu coração. Mas eu não recomendaria que meus pacientes aumentem seu consumo de chocolate para se livrar de doenças do coração", argumenta, em entrevista à BBC, o médico Tim Chico, da Universidade de Sheffield.

Foto: © Pixabay.