Dosagem de cálcio no cérebro inibe memória

Natali.Saude - 27 de abril de 2016 - 10:21

Dosagem de cálcio no cérebro inibe memória

Substância foi apontada como responsável pela fixação e apagamento de lembranças

(CCM SAÚDE) — Um dos desejos do homem sempre foi poder controlar suas lembranças, apagando memórias traumáticas e experiências negativas. Uma descoberta feita por especialistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) coloca as pessoas um pouco mais próximas desse sonho.



De acordo com os estudiosos, o cálcio é responsável por fixar e apagar lembranças e poderia ser utilizado para determinar o que fica e o que pode ser descartado de nossa memória. Segundo a pesquisa, feita com ratos e publicada na revista 'Scientific Reports', o estudo pode servir de base para um método seguro que estimule o esquecimento ou a fixação de lembranças.

Para que os pesquisadores chegassem a essa conclusão, roedores foram treinados para memorizar a posição de obstáculos dentro de uma grande caixa, porém, os cientistas seguiram um protocolo que fez com que a memória formada durasse apenas alguns dias. Os animais foram divididos em grupos de controle - um, sem intervenção, e outro que recebeu drogas que bloqueavam a entrada de cálcio nas células neurais.

No grupo de controle, os ratos esqueceram o aprendizado depois de três sou cinco dias. Entretanto, os demais roedores se lembraram da tarefa mesmo dez dias depois.

"Uma vez que você entende o mecanismo implicado nessa estabilização/desestabilização, pode evitar que o declínio ocorra. E, no caso das pessoas que sofreram estresse pós-traumático, esse conhecimento pode servir para a criação de um tratamento que acelere o esquecimento", diz Ricardo Sachser, aluno de doutorado em neurociência na UFRGS e principal autor do trabalho.

O pesquisador destaca que, em relação a doenças de base genética, como o mal de Alzheimer, essa pesquisa não se aplica.

Foto: © Leigh Prather - Shutterstock.com

Siga o CCM Saúde no Twitter