Dor no estômago pode indicar início de tumor

Natali.Saude - 30 de junho de 2016 - 10:22

Dor no estômago pode indicar início de tumor

Mal pode indicar problemas fáceis de tratar, mas também pode representar tumores em estágio inicial

(CCM SAÚDE) — Dores constantes no estômago, azia e queimação podem indicar problemas de fácil tratamento, mas você sabia que eles também indicam os estágios iniciais de um tumor no estômago?

Localizado entre o esôfago e o duodeno, o estômago possui uma mucosa formada por glândulas que produzem o suco gástrico e enzimas — substâncias importantes para a primeira fase da digestão dos alimentos.

"A digestão varia entre indivíduos e é influenciada por diversos fatores, como as características dos alimentos e o volume da refeição. O estômago funciona como uma bolsa coletora dos alimentos e tem papel central na primeira fase da digestão dos alimentos", explica ao jornal 'Correio Braziliense' Vitor Arantes, coordenador dos Serviços de Endoscopia do Hospital Mater Dei Contorno, em Belo Horizonte, e do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais.

Segundo ele, a digestão se inicia na cavidade bucal com a mastigação, ação de enzimas salivares e formação do bolo alimentar, que será conduzido pelo esôfago até o estômago. "Simultaneamente, ocorre uma série de estímulos hormonais, desencadeados pelo cérebro, que induzirão à secreção de substâncias pelo estômago para receber a chegada dos alimentos. No estômago, os alimentos permanecerão por um período de duas a quatro horas, quando serão misturados com o suco gástrico, rico em enzimas. Posteriormente, o estômago propulsiona os alimentos em direção ao duodeno e intestino, órgãos onde serão absorvidos os nutrientes e será finalizado o processo de digestão, com formação das fezes e sua eliminação", diz.

As principais causas de dores no estômago são úlceras, gastrites - em especial, as relacionadas ao uso de anti-inflamatórios; e os tumores. “Essas enfermidades podem gerar um espectro variado de sintomas, sendo possível destacar a dor de estômago, que costuma ser em ‘queimação’ ou azia; sensação de náuseas ou vômitos; sensação de plenitude após as refeições, que se manifesta como distensão abdominal, eructações ou enjoos”, explica o especialista.

Foto: © Melodia plus photos - Shutterstock.com

Siga o CCM Saúde no Twitter