Nenhum atleta contraiu zika nas Olimpíadas

Pedro.Saude - 6 de setembro de 2016 - 11:00

Nenhum atleta contraiu zika nas Olimpíadas

OMS garantiu que, conforme sua previsão, Jogos Olímpicos não espalharam o vírus pelo mundo

(CCM SAÚDE) — A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou que nenhum dos atletas que participaram dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro contraíram o vírus zika enquanto estiveram no país. Outros participantes das Olímpiadas, como técnicos, árbitros e jornalistas, também não foram afetados pela doença.



Apesar disso, a agência apontou que algum caso ainda pode surgir já que 80% das pessoas infectadas pelo zika não apresentam sintomas. Por isso, alguns países, como a Austrália, recomendaram que os participantes realizem sexo seguro por dois meses após o retorno aos seus países já que o zika também pode ser transmitido por via sexual.

A epidemia de vírus zika no Brasil, micro-organismo ligado à ocorrência de microcefalia em bebês e outros distúrbios neurológicos em adultos, foi tema de muita discussão antes da realização dos Jogos. Um grupo de cientistas chegou inclusive a sugerir o adiamento ou alteração da sede do torneio cerca de três meses antes de seu início.

Por outro lado, a OMS, braço de saúde das Nações Unidas, sempre sustentou que os riscos de transmissão de zika durante os Jogos eram mínimos tendo em vista que o mês de agosto, quando o evento ocorreu, é tradicionalmente período de reduzida proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da zika.

Foto: © lazyllama - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter