Estudo refuta regra dos cinco segundos

Pedro.Saude - 12 de setembro de 2016 - 15:07

Estudo refuta regra dos cinco segundos

Ideia de que bactérias demoram para contaminar alimentos que caem no chão foi desmontada

(CCM SAÚDE) — A famosa regra dos cinco segundos, que diz que alimentos caídos no chão levam cinco segundos para serem contaminados por bactérias, não passa de lenda. Estudo da Universidade Rutgers, dos Estados Unidos, demonstrou que os micro-organismos podem infectar a comida em menos de um segundo dependendo da superfície e do alimento.

Para o experimento, os cientistas utilizaram quatro produtos - melancia, pão, pão com manteiga e bala - em contato com quatro superfícies - aço inoxidável, madeira, cerâmica e tapete. Houve quatro períodos de exposição: menos de um segundo, 5, 30 e 300 segundos. Cada combinação foi testada 20 vezes, totalizando 2.560 medições.

O trabalho mostrou que a superfície que mais provoca contaminação é o azulejo enquanto o tapete, de maneira surpreendente, foi o que menos causou transferência de bactérias. Conforme o esperado, um tempo maior de contato aumentou o número de micro-organismos na comida.

Já entre os alimentos, a melancia foi a mais contaminada. "As bactérias não têm pernas e por isso se movem pela umidade. Quanto mais úmida for a comida, maiores os riscos de contaminação", afirmou Donald Schaffner, autor do experimento.

Foto: © Chad Zuber - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter