Zika e chikungunya impedem doação de sangue

Pedro.Saude - 13 de setembro de 2016 - 11:37

Zika e chikungunya impedem doação de sangue

Nova determinação da Anvisa não prevê realização de teste; informação deve ser voluntária

(CCM SAÚDE) — A partir de agora, doadores de sangue não poderão realizar o procedimento caso tenham apresentado sintomas de infecção pelo vírus zika ou chikungunya. De acordo com determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pacientes com diagnóstico de uma das doenças deverão ficar 30 dias sem doar pelo risco de transmissão.



Além disso, a agência orienta que os possíveis doadores sejam perguntados sobre sintomas das doenças, como dores articulares e manchas vermelhas pelo corpo. Em caso afirmativo, eles também não poderão doar sangue. No entanto, não há previsão de teste para doenças.

A nota da Anvisa também alerta para a possibilidade transmissão sexual da zika, situação já comprovada em outros países. Em caso de relação sexual com pessoas infectadas com o vírus nos 90 dias anteriores, o período sem doar também deve ser de 30 dias.

Atualmente, a transmissão por via sanguínea de zika e chikungunya ainda não foi comprovada, mas há fortes indícios de que ela aconteça no caso do vírus zika. Já a chikungunya não é alvo de análises sobre o tema e a determinação da Vigilância Sanitária é uma precaução.

Foto: © Olena Yakobchuk - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter