Vacina da zika será testada em dois meses

Pedro.Saude - 20 de setembro de 2016 - 12:27

Vacina da zika será testada em dois meses

Instituto Butantan também já trabalha em fábrica para produzir imunização contra a dengue

(CCM SAÚDE) — O presidente do Instituto Butantan, de São Paulo, Jorge Kalil informou nesta segunda-feira (19) que os testes em seres humanos da vacina contra o vírus zika devem começar em até dois meses. Para isso, o órgão ainda precisa de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), que deve sair em breve.



Atualmente, o Butantan, órgão do governo de São Paulo, trabalha no desenvolvimento de uma vacina de DNA contra o zika e também em mais três projetos ligados ao patógeno: uma vacina com vírus atenuado, um soro anti-zika e anticorpos de combate ao micro-organismo. Os dois últimos são tratamentos para pessoas já infectadas.

No mesmo em que anunciou novidades sobre as pesquisas do vírus zika, Kalil apontou que até o final do ano estará finalizada a obra de construção da fábrica de vacinas da dengue do Butantan. A imunização já vem sendo testada em humanos e, até o momento, 1,2 mil dos 17 mil voluntários já receberam a vacina experimental.

Os testes da vacina, que é de vírus atenuado, estão sendo realizados em 14 cidades do país. A expectativa dos pesquisadores é de que ela tenha maior eficácia do que a Dengvaxia, vacina francesa já autorizada no Brasil cuja taxa de sucesso é de 66%.

Foto: © gopixa - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter